Ponto de Encontro conectando educadores

A matéria a seguir, no site Microsoft Educação, fala sobre a interação entre professores que participam de comunidades virtuais. Tenho feito grandes amigos e parceiros de trabalho através das comunidades, entre eles a professora Vanessa  Nogueira, que já participou com seus alunos do blog Palavra Aberta.

“Vanessa Nogueira é professora de informática e trabalha com alunos da Educação Infantil à sétima série em Santa Maria, cidade localizada no Rio Grande do Sul. Um pouco distante dali, em Joinville, Santa Catarina, encontra-se Gladis Leal, professora responsável pelo curso de informática educacional para alunos do Ensino Fundamental.

Mais de 800 quilômetros separam as educadoras que, há exatos sete anos, trabalham com o uso da tecnologia em sala de aula. Algum tempo atrás, toda essa distância seria um empecilho para as duas trocarem suas idéias, experiências e material. Hoje, a situação já bem diferente.

Em junho de 2007, foi criado o Portal Ponto de Encontro, com o objetivo de promover a troca de experiências entre professores e demais profissionais de educação. Uma parceria entre Microsoft e Fundação Victor Civita, o ambiente colaborativo oferece não só material didático e teórico, mas principalmente a possibilidade de que educadores de diferentes locais do Brasil interajam e compartilhem os mesmo interesses. Como tudo isso é possível? Por meio das comunidades virtuais.”

Continue lendo a matéria aqui.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em educação, internet, Notícias

3 Respostas para “Ponto de Encontro conectando educadores

  1. Opa Gladis!

    A troca de experiências entre educadores, tão salutar e produtiva, nunca será completa quando se baseia em formatos proprietários!

    Quando um empresa como a Microsoft incentiva estas trocas baseadas em seus produtos (Power Point) ela no fundo está criando uma armadilha de aprisionamento tecnológico!

    Os educadores devem ter isto em mente!

    Compartilhar experiências, mas sempre baseadas em formatos e padrões abertos!

    abraços

  2. Prof. Ricardo

    Eu discordo. Participo de algumas comunidades no Portal que, aliás é uma parceria com a Fundação Victor Civita. Portanto, nada é imposto lá…o colega deveria conhecer melhor o portal. Assim como a prof Gladis, fiz vários contatos.

    Parabéns pelo desempenho contado na reportagem

  3. gladislsantos

    Olá Sérgio e Ricardo,

    Participo de algumas comunidades virtuais e sempre me senti muito à vontade para desenvolver projetos colaborativos ou não, sejam baseados em softwares proprietários ou livres. O mais importante para mim é o conhecimento que se adquire nas trocas entre pessoas, pois este nunca é demais e nem ocupa espaço.

    Grande abraço
    Gládis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s