Arquivo do mês: março 2011

Lançamento do projeto Viva Ciranda

Aconteceu, ontem, o lançamento do projeto de turismo rural pedagógico Viva Ciranda. Participei deste dia cheio de atividades que tiveram início, logo cedo, com um delicioso café da manhã colonial, no sítio Vala das Nascentes, que fica no Quiriri.


“O projeto Viva Ciranda é uma iniciativa da Fundação Turística de Joinville que tem como objetivo mostrar, a crianças e adolescentes, o modo de vida no campo, além de proporcionar a vivência do cotidiano rural. As atividades pedagógicas são feitas in loco, com visitas a propriedades localizadas nas regiões do Piraí, Dona Francisca, Quiriri, Estrada da Ilha e Estrada Bonita.

Divididas em temas-chave – água e meio ambiente, flores, pequenos animais, cavalos, produção de mel e melado – as propriedades rurais também propõem atividades educativas e recreativas referentes ao meio ambiente e à agricultura.

O estudante, ao aliar a prática à teoria da sala de aula, tem chance de aprimorar seu conhecimento e agregar novos saberes relacionados à realidade rural. O projeto, ao mesmo tempo, estimula o desenvolvimento local e favorece a sustentabilidade das áreas rurais.

As propriedades estão abertas a todos. Inicialmente o projeto contempla crianças; no entanto, as práticas de vivência também poderão ser aplicadas a adultos e idosos.”

http://turjoinville.com.br/vivaciranda

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Sem-categoria

Arquivo Público digitaliza documentos sobre a História da Educação

No Dia da Escola o Arquivo Público digitaliza mais uma leva de documentos e fotografias para o site temático Memória da Educação.

Festival escolar. Grupo Escolar de Tapiratiba. Relatório da Delegacia Regional de Casa Branca – 1942.

Um novo conjunto de documentos do acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo relacionados à educação será incluído no site temático “Memória da Educação” ( http://www.arquivoestado.sp.gov.br/educacao ). São mais 4.000 ilustrações e fotografias, além de 64 Relatórios das Delegacias Regionais de Ensino do Estado de São Paulo que, a partir do dia 15 de março , Dia da Escola, estarão à disposição do público. O site “Memória da Educação” chegará a 25 mil documentos digitalizados.

Novas informações sobre o ensino no interior do Estado serão inseridas no site, além de documentos inéditos na internet das regiões de Campinas, Araraquara, Casa Branca, Guaratinguetá e Santa Cruz do Rio Pardo ( http://www.arquivoestado.sp.gov.br/educacao/instrucao ). Os Relatórios tratam de assuntos referentes às atividades administrativas e pedagógicas das escolas da época: quadro de funcionários e funções; quantidade de classe e matrícula ofertadas em escolas (particulares, isoladas rurais, isoladas urbanas, grupos escolares, municipais e reunidas); gráficos demonstrativos do desempenho dos alunos por município, fotografias das atividades escolares; condições físicas dos prédios, entre outras.

Um Ofício de 1858, escrito pelo Inspetor Geral da Instrução Pública de São Paulo é um dos documentos em destaque ( http://www.arquivoestado.sp.gov.br/educacao/destaques ). O ofício trata das dificuldades em conseguir professores qualificados para matérias obrigatórias. O documento é confrontado com o Relatório da Instrução Pública da Província de São Paulo do mesmo ano, a partir do qual é possível compreender as razões dessa problemática na época.

Toda a documentação utilizada (cerca de 9 km lineares) faz parte do acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo. O site será atualizado periodicamente, com a inclusão de mais documentos sobre a História da Educação. Completam a página alguns artigos publicados pelo o Arquivo Público sobre o tema. Acesse: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/educacao .

Sobre o Arquivo Público do Estado de São Paulo

O Arquivo Público do Estado de São Paulo é um dos maiores arquivos públicos brasileiros. Vinculado à Casa Civil do Estado de São Paulo, sua função é formular uma política estadual de arquivos e recolher, tratar e disponibilizar ao público toda documentação de caráter histórico produzido pelo Poder Executivo Paulista. A instituição mantém sob sua guarda aproximadamente 6 mil metros lineares de documentação textual permanente, 17 mil metros de documentação intermediária, 900m de material iconográfico, grande quantidade de jornais e revistas e uma biblioteca de apoio à pesquisa com 45 mil volumes.

 

 

Informações para a imprensa com Verônica Cristo ou Raphael Dagaz
Núcleo de Comunicação do Arquivo Público do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo – Casa Civil
(11) 2089-8124

1 comentário

Arquivado em Notícias