Arquivo do mês: agosto 2014

A saúde da visão na infância

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

 

A atenção que uma criança dedica a uma aula não passa somente pelo interesse de um explicação bem dada, mas também na condição da visão. Problemas oftalmológicos são muito comuns na primeira infância e é necessário observar o comportamento do filho, ou suas reclamações, para sanar o caso e ajuda-lo a ter um rendimento escolar melhor.

Se não for detectado, um problema de visão pode comprometer o desempenho acadêmico da criança. Os casos mais comuns são: a miopia, a hipermetropia, o estrabismo, entre outros. Em muitos casos o uso contínuo dos óculos já é suficiente para acabar com os desconforto, como dores de cabeça e a própria dificuldade de enxergar o que está escrito no quadro ou nos livros.

Muitas famílias se preocupam em manter o plano de saúde e fazer visitas regulares ao pediatra, mas esquecem de levar o pequeno a um oftalmologista. A saúde da criança também depende de exames preventivos porque buscam solução antes do problema se agravar.

Observe sintomas comuns de problemas de vista

Um indicativo comum é a dor de cabeça após às aulas, ou após um período de estudo e leitura. Irritação nos olhos também pode ser um sinal que algo está errado.

A prevenção também inclui proteção dos raios solares, a exposição aos raios UV também prejudica a visão, por isso é recomendado o uso de óculos de sol de qualidade quando passar longo tempo sob o sol, na praia, por exemplo.

Algumas crianças por apresentarem dificuldades em enxergar podem cometer erros de escrita, como copiar errado e trocar letras como p pelo q ou d com b, esse detalhe pode ser confundido com outros problemas, sendo na realidade apenas uma dificuldade de enxergar bem, corrigido com o uso dos óculos.

Geralmente as crianças que sofrem de miopia carregam a característica de apertar os olhos na tentativa de enxergar objetos ao longe.

Já a hipermetropia se apresenta ao contrário, na dificuldade de enxergar de perto – a criança tem uma percepção borrada de objetos próximos. O comportamento pode variar e aprensentar dores de cabeça ou nos olhos, além de piscarem repetidamente ou lacrimejarem com facilidade.

Estrabismo em crianças

Comumente chamado de “desvio”, o estrabismo é uma perda de paralelismo dos olhos. Muito importante a avaliação de um oftalmologista para analisar o uso de óculos ou a prática de exercícios ortópticos, eles fortalecem a musculatura do sistema ocular. Em alguns casos uma cirurgia é indicada para correção.

O mais correto é assim que notado o estrabismo levar a criança para um oftalmologista.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em publipost