Arquivo da tag: blogs

Usando o Webnote

Volta e meia algum visitante do Plavra Aberta me pergunta como fazer para ter um Mural de Recados como este em seu blog. Conheci o Webnote no  blog da Suzana e lhe fiz a mesma pergunta. Aprendi com ela e repasso agora aqui para que mais pessoas possam também criar o seu.

note

Uma idéia é usar o Webnote em atividades de escrita com os alunos. Você pode criar um  mural coletivo para que os alunos troquem cartões de Páscoa, por exemplo,  ilustrados com desenhos feitos pela turma. A página aceita códigos, insira slideshows, apresentações de slides publicadas no Slideshare ou outro serviço, players de músicas, podcasts etc…  É divertido e todo mundo gosta, basta usar a criatividade.

Para criar o seu acesse o site http://www.aypwip.org/webnote e, na caixa de diálogo do lado direito onde aparece escrito Create or Load a Workspace, escreva o nome que deseja para  sua página de recados. Se o nome estiver disponível, a página será criada e você só terá que copiar o endereço para linkar a sua página. 😉

14 Comentários

Arquivado em ferramentas

Blogs educacionais em projetos colaborativos

Encerrou ontem, dia 01/11, o I Congresso de Tecnologias na Educação  totalmente online e assíncrono. Segundo a professora Fátima Franco, idealizadora do evento, foram 1200 inscritos. Sucesso total para a primeira edição do evento.

Além das palestras, artigos e relatos apresentados e discutidos em fóruns que foram super agitados e produtivos, o congresso ofereceu seis minicursos, com vinte vagas cada um. Participei da elaboração e tutoria do minicurso Blogs educacionais em projetos colaborativos em parceria com as amigas e professoras  blogueiras Marli Fiorentin e Síntian Schmidt. Nesse curso objetivamos  oferecer subsídios teóricos e práticos para utilização dos blogs educacionais como tecnologias de comunicação, publicação e socialização do conhecimento promovendo a aprendizagem pela interação em projetos colaborativos.

O curso de vinte horas foi estruturado em cinco aulas:

1ª aula – Blogs e escrita coletiva
Nesta primeira aula  refletimos sobre os blogs e seu potencial colaborativo.  O que torna um blog colaborativo? Quais são as ferramentas que favorecem a interação desejada? Apresentamos leituras e debatemos no fórum sobre como os weblogs podem se tornar um espaço de comunicação, discussão e diálogo, possibilitando a produção colaborativa de informações.

2ª aula – Edublogs colaborativos
Na segunda aula apresentamos referências de leituras que nos ajudaram a refletir sobre as características dos blogs e seu potencial como recurso didático. Depois, os alunos foram convidados a  visitar alguns edublogs colaborativos e observar como foram desenvolvidos para então participar do fórum de discussão.

3ª aula – Exercitando a colaboração
Nesta  aula apresentamos aos alunos o  a BlogAção A proposta foi  experimentar na prática a ação de participar de um blog colaborativo e refletir sobre a experiência.

4ª aula – Blogs e comunicação
A proposta foi experimentar os recursos de comunicação que os blogs oferecem através do seu sistema de comentários. Será que eles podem contribuir na construção de blogs educacionais em projetos colaborativos? Por que divulgar na internet conteúdos produzidos pelos alunos e professores?

5ª aula – Blogs e redes de aprendizagem
Os blogs formam redes colaborativas no processo de construção de saberes, tanto de educandos como de educadores. Na aula final, refletimos sobre a importância da aprendizagem em rede, suas possibilidades pedagógicas e faremos uma avaliação .

O BlogAção, blog criado para o minicurso, trata do tema turismo. A proposta é que os participantes continuem interagindo através do blog mesmo após o término do congresso.

 Aguardamos sua visita e comentários em nosso blog.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Web 2.0 e educação

A Internet como a conhecemos, com sua imensa variedade de conteúdos disponíveis para consulta, está se transformando e um novo paradigma se apresenta. Se antes, mudar de um site para outro através dos hiperlinks com um simples clique era algo fantástico, agora, de usuários passamos também a produtores de conteúdos. Colaboração é a palavra-chave da chamada Web 2.0 proporcionando ao usuário uma verdadeira democratização de uso da web, em que é possível não apenas acessar o conteúdo, mas também transformá-lo – reorganizando, classificando, compartilhando e, principalmente, possibilitando a aprendizagem cooperativa, o que, segundo Pierre Lévy, vai nos permitir construir uma inteligência coletiva.

O professor deixa então de ser o detentor do saber e transmissor de conteúdos, passando a ser o facilitador, aquele que estimula nos alunos a cultura de divulgar e debater idéias e que não apenas ensina, mas também aprende.
Há vários recursos web 2.0 que o professor pode utilizar para ampliar a capacidade dos alunos de elaborar textos, pesquisar sobre um assunto, emitir opinião e debater com outros usuários.

Web 2.0 – A máquina somos nós

 O vídeo foi feito pelo Lidec (Laboratório de Inclusão Digital e Educação Comunitária – da Escola do Futuro da USP (e produzido por Dani Matielo e Vivian Pereira) O vídeo original é de Michael Wesch, Assistant Professor of Cultural Anthropology,Kansas State University e pode ser acessado aqui.

Blogs na educação

Uma das primeiras ferramentas de Web 2.0 são os blogs. Pela facilidade de edição, uma vez que não são necessários conhecimentos técnicos de construção de páginas, os blogs são uma excelente ferramenta educacional que permite a professores e alunos publicarem na Internet textos, narrativas, registros de aprendizado, notícias, poemas, análise de obras literárias, opinião sobre atualidades, relatórios de visitas e excursões de estudos, fotos, desenhos, vídeos e o que mais a imaginação permitir. A partir do sistema de comentários, o visitante é convidado e emitir sua opinião sobre os posts ou publicações, fazendo com que os alunos reflitam mais profundamente sobre os conteúdos, o que favorece o desenvolvimento do pensamento crítico, da reflexão, da leitura e, conseqüentemente, da escrita.
Os blogs podem ser desenvolvidos pelos professores, pelos alunos ou por grupos reunidos em torno de um projeto comum. As publicações são apresentadas em ordem cronológica inversa, assinadas e com a data de publicação, tal como nos antigos diários.

Deixe um comentário

Arquivado em blogs, educação, ferramentas, internet, Rascunhando

Todas as mensagens dos blogs educativos num só lugar

Já está na rede o blog dos Blogs Educativos criado por Frederico Gonçalves Guimaraes.
“Parece um blog comum, mas, na verdade, é um “blog de blogs”. Os blogs originais são os nomes que estão à direita, sob Subscription. O Planet é um software muito comum entre alguns projetos de software livre e que serve pra reunir, em uma única página web, postagens de vários blogs diferentes. Ele funciona como se fosse um cliente RSS, só que ele monta uma página com os resultados. Ou seja, basta selecionar quais sítios se quer acompanhar (via RSS ou Atom) e ele vai lá de tempos em tempos, puxa os RSS e monta uma página
com os resultados”

 

Confira o resultado: http://blogseducativos.teia.bio.br

 

Deixe um comentário

Arquivado em blogs, educação

Campanha da amizade

O tempo não tem sido meu amigo este ano. Parece que se esgota cada vez mais rápido. Ando em débito com os amigos blogueiros e  com as listas de discussão. Estou tentando colocar a vida digital em dia, mesmo que com algum atraso.
Recebi o selo da A Campanha da Amizade que indicou dez blog amigos da Marli, Vanessa, Fátima e Elisangela. Se recebi de mais algum amigo blogueiro e não citei  é só me avisar aqui, ok?

Propague essa onda de amizade e participe você também, é uma forma de conhecer, ser conhecida e de presentear os blogs amigos que sempre visitam o seu cantinho.

INSTRUÇÕES

Pegue o selo no Gospel Gifs (clike no selo), nomeie 10 blogs amigos e visite cada um deles avisando da nomeação. Se vc foi nomeado por alguém, passe adiante e visite os outros nove blogs que foram nomeados junto com vc.

Ao repassar a campanha, pode copiar o texto acima ou criar o seu próprio texto. O importante é nomear os seus 10 blogs amigos.

E os meus indicados são:

http://vicenteoficina.blogspot.com

http://www.vivenciapedagogica.com.br

http://webparaeducadores.blogspot.com

http://webeduca.wordpress.com

http://artfabi.blogspot.com

http://marebrisadosaber.blogspot.com

http://mariprofa.blogspot.com

http://netescrita.blogspot.com

http://ficrealidade.blogspot.com

http://quimilokos.blogspot.com

 

6 Comentários

Arquivado em blogs, internet

Postando conhecimento

Participei, juntamente com a professora Andréa Barreto Poça , de uma matéria sobre a utilização de blogs na educação publicada no site Microsoft educação. 

Professores fazem uso do blog como ferramenta educacional

Que a internet é uma realidade cada vez mais presente em nosso cotidiano, muita gente já sabe. Também é verdade que as crianças tomam contato com o computador cada vez mais cedo, seja para brincar, interagir ou estudar. Segundo uma pesquisa do Ibope, nos últimos anos, o número de pessoas na web com idade entre 2 e 11 anos cresceu consideravelmente.

Conhecendo esta realidade da rede mundial e fazendo uso de conhecimentos de ferramentas na web, alguns educadores passaram a enxergar uma possibilidade de comunicação e uma maneira de ensinar de forma descentralizada por meio de um recurso chamado blog, ou seja, registros freqüentes de informação que um autor queira disponibilizar.

Continue lendo aqui.

3 Comentários

Arquivado em educação, internet

Aprenda a ter uma boa reputação na web

Nos dias atuais a busca por um emprego não se limita apenas ao currículo de uma pessoa. Sistemas de busca e redes sociais ampliaram as formas como um empregador pode saber mais sobre seu futuro empregado. É exatamente por isto que é muito importante ter um histórico limpo e rico na web. O site Marketing Pilgrim fez uma lista de dicas para você ter uma boa reputação na Internet.

1) Tenha seu próprio site
Mesmo que seja de provedores que dêem espaço gratuito, tenha um site próprio. O melhor mesmo é comprar um domínio com seu nome ou o da sua empresa. É uma ótima forma de ter seu nome lista entre os 10 primeiros em sites de busca.

2) Faça um blog
Se você cuidar bem do seu blog, ele vai ser uma ótima forma de analisar sua reputação em termos de gerenciamento. Mas o legal de ter um blog é que ele normalmente aparece bem em sites de busca mesmo se esquecido. Existem vários sites online que oferecem gratuitamente espaço para blogs. Não esqueça de mencionar seu nome, para que seja encontrado em sites de busca.

3) Tenha subdomínios
Se você se esforçou bastante para manter seu site, existem boas chances de criar subdomínios. Crie o fotos.meusite.com.br ou o video.meusite.com.br. Existem dezenas de razões para ter subdomínios e eles são ótimos para a organização do site.

4) Faça perfis em redes sociais
Perfis em redes sociais podem ser uma boa forma de um cliente ou empregador saber quem você. Use seu nome real, apelidos atrapalharão na sua localização. Várias redes listam o seu perfil em sites de busca.

5) Crie uma rede social
Se perfis em redes sociais já dão uma boa reputação, imagina ter uma rede inteira. Existem sites, como o Ning.com, onde é possível criar uma rede social própria e customizada por um baixo custo.

6) Crie um perfil profissional
Sites com perfis profissionais, como o LinkedIn, são muito importantes. Nestes tipos de site você detalha sua experiência profissional e mostra seus contatos e sua relação com eles.

7) Compartilhe suas fotos
Utilize fotologs que sejam listados em sites de busca. Publique suas fotos, imagens de sua empresa, logotipos, exemplos de trabalho, mas sempre citando seu nome. Faça comentários explicativos e espere os frutos.

8) Preserve sua identidade
Existem sites que linkam o seu nome ao que é seu, como o Naymz.com. Ele impede que você seja confundido com outras pessoas o mesmo nome, além de agrupar perfis em vários sites.

9) Crie seu próprio Wiki
Se você está enfrentando problemas de reputação na rede, pode ser uma boa idéia criar um sistema de Wiki. Fazer um perfil na Wikipedia e se descrever não é uma boa porque eles são rígidos, e se você tentar encobrir coisas erradas que fez, vai acabar aparecendo no perfil. O site wetpaint.com ajuda na criação de Wikis.

Com estas dicas é possível fazer uma boa reputação em sites de busca e, quem sabe, conseguir um bom emprego ou contrato com algum cliente.

Redação Terra: http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI2043212-EI4804,00.html

1 comentário

Arquivado em internet