Arquivo da tag: professor

Campanha “Eu valorizo o Professor”

gladis_leal_professores

cartaz_meme

A Cortez Editora está com uma Campanha de Valorização dos Professores: a proposta é fazer imagens personalizadas, com a foto e a profissão das pessoas,  para que elas possam postar nas redes sociais o quanto valorizam o papel dos educadores em suas trajetórias.

Veja aqui há alguns exemplos das artes feitas.

Você quer uma imagem como essa? Basta enviar a sua foto com sua profissão (ou formação) para: comunicacao@cortezeditora.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem-categoria

Finalizando o curso Tecnologias na Educação – turma 01 de 2012

Como é bom cumprir uma etapa, alcançar um objetivo, concluir um projeto, conquistar um sonho! 🙂
Estamos encerrando o curso do programa Proinfo Integrado “Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC“. Foram 4 meses de muito estudo e muito trabalho. Para muitos professores foi a primeira experiência de curso na modalidade semi-presencial. O curso de 100h teve 9 encontros presenciais em que pudemos discutir  os vários temas propostos e também aprender novas ferramentas midiáticas para aplicar com os alunos. A seguir um breve resumo das principais atividades desenvolvidas.
No primeiro módulo “Tecnologia na Sociedade, na Vida e na Escola”, a partir da leitura e reflexão sobre os assuntos lidos, os primeiros textos em duplas foram produzidos e publicados no blog do curso. Como atividade prática uma pesquisa sobre as tecnologias utilizadas nas escolas traçou um panorama a respeito da atual existência e utilização das TIC nas unidades escolares. Para apresentar os resultados da pesquisa foi utilizada o primeiro recurso online: o Google Docs.
Também neste primeiro módulo iniciamos o estudo sobre Mapas Conceituais e WebQuests que foram aprofundados no módulo seguinte.
Além dos estudos a distância cada módulo teve também como atividade online a participação nos Fóruns de Discussão. Os fóruns ofereceram uma oportunidade a mais de troca de ideias e interação entre os cursistas.
No módulo 2 “Internet, Hipertexto e Hipermídia” estes conceitos foram estudados e também vivenciados. Os blogs/portfólios dos cursistas foram criados durante o encontro presencial e começaram a ser alimentados com os relatos de aplicação das atividades desenvolvidas nas escolas utilizando os Mapas Conceituais e as WebQuests. Estas metodologias permitiram aos professores exercitarem a autoria e o planejamento de atividades desafiadoras para seus alunos além de vivenciarem a aplicação da teoria em sala de aula. As impressões sobre estas experiências fazem parte dos registros nos portfólios.
Durante o terceiro módulo “Currículo, Projetos e Tecnologias” pudemos aprofundar a reflexão sobre práticas de integração de tecnologias ao currículo.  A partir da leitura do texto “Os desafios da linguagem do século XXI para a aprendizagem na escola” de Pedro Demo, os professores elaboraram um hipertexto e puderam expor suas ideias  através de palavras, imagens, vídeos, apresentações e hiperlinks.
O último módulo do curso “Prática Pedagógica e Mídias Digitais”  permitiu analisar e experimentar algumas possibilidades de incorporar esses meios ao trabalho pedagógico através da criação de jogos digitais e a produção de atividades online utilizando o formulário do Google Docs aliado a vídeos do YouTube.
No Fórum de Discussão os alunos analisaram o panorama de uso das mídias nas escolas e  discutiram a respeito de suas possibilidades como aliadas ao processo de ensino e aprendizagem.
Não posso deixar de ressaltar aqui o empenho e a dedicação dos professores que participaram ativamente do curso com muito comprometimento colocando em prática, na escola, alguns dos recursos estudados. Tenho certeza de que muito mais ainda será desenvolvido com os alunos a partir destas vivências. Mais importante do que o que foi realizado é o que ainda será desenvolvido. Como uma cortina que se abre, o curso revelou várias possibilidades de uso das mídias e tecnologias na educação, provocando a reflexão e a inquietação. Saber do que é possível fazer é o primero passo para que se queira fazer!
Deixo registrado aqui meu agradecimento à Secretaria de Educação que me permitiu a convivência e aprendizagem como tutora deste grupo de pessoas tão especiais, professores que querem e que sabem que podem fazer a diferença na vida de seus alunos.
Obrigada, professores, sentirei saudades de todos, mas continuarei acompanhando o belíssimo trabalho de vocês através dos seus portfólios:
Turma do matutino
Turma do vespertino
Como última atividade proponho uma avaliação dos professores cursistas utilizando o sistema de comentários considerando aspectos como: formato do curso, você como aluno de EAD, conteúdos teóricos e organização modular, atividades a distância, encontros presenciais, aplicação prática com os alunos, conhecimentos construídos, dificuldades encontradas, obstáculos vencidos, atuação da tutoria, material do curso e o ambiente EAD.
Um grande abraço e obrigada a todos pela companhia durante estes quatro meses. Sucesso!

45 Comentários

Arquivado em educação, ferramentas, internet, mídias, professor, tecnologias, vídeo

Primeira semana mundial de educação aberta

       fonte:http://www.saylor.org/site/wp-content/uploads/2012/02/OEW-Banner.jpg
 

Esforços para expandir o acesso à educação e ao conhecimento reunidos num evento global.

O OpenCourseWare Consortium anuncia a Primeira Semana Mundial da Educação Aberta, de 5 a 10 de março de 2012. A Semana Mundial da Educação Aberta (Open Education Week) é um evento anual e global que objetiva à conscientização no que diz respeito aos benefícios do compartilhamento livre e aberto na educação e, em particular, em relação aos Recursos Educacionais Abertos (REA). Recursos Educacionais Abertos são materiais educacionais de alta qualidade, distribuídos de forma aberta e livre de custos e que oferecem a pessoas de qualquer parte do mundo a oportunidade de compartilhá-los, utilizá-los, adaptá-los, traduzi-los e reutilizá-los.

“A visão do movimento da educação aberta é a de criar um mundo em que o desejo de aprender seja plenamente realizável através da oportunidade de assim o fazer, de modo que qualquer pessoa em qualquer lugar possa ter acesso a oportunidades adequadas sob o ponto de vista educacional, cultural e financeiro que lhes proporcionem obter os conhecimentos que desejem. O movimento engloba a produção, compartilhamento, utilização e modificação de conteúdos, bem como modelos educacionais inovadores”, disse Mary Lou Forward, Diretora Executiva do OpenCourseWare Consortium. “A Semana Mundial da Educação Aberta exibirá projetos, recursos, pessoas e ideias para que pessoas de todo o mundo possam ver a extensão de tudo o que já foi realizado até agora e participar das discussões acerca do futuro do movimento”.

A Semana Mundial da Educação Aberta está sendo coordenada pelo OpenCourseWare Consortium. O evento acontecerá online e em diferentes lugares do mundo, com oportunidades de participação em webinars, discussões e eventos ao vivo. Os projetos e eventos serão apresentados por instituições e organizações do mundo todo, tais como: University of Cape Town, University of Michigan, Universidad Politécnica de Madrid, University of Califórnia, Irvine, Delft University of Technology, Unisul, and Creative Commons.

O Projeto REA Brasil participará em dose dupla, com intervenções de Carolina Rossini e Débora Sebriam, nos dias 07 e 08/03.

 

 

Fonte: Site oficial do REA Brasil.

1 comentário

Arquivado em educação, professor, software livre, tecnologias

A você, Professor!

Deixe um comentário

Arquivado em Sem-categoria

Pela Internet…

Pela Internet
Gilberto Gil

Criar meu web site
Fazer minha home-page
Com quantos gigabytes
Se faz uma jangada
Um barco que veleje …(2x)
Que veleje nesse infomar
Que aproveite a vazante
Da infomaré
Que leve um oriki
Do meu velho orixá
Ao pôrto de um disquete
De um micro em Taipé…
Um barco que veleje
Nesse infomar
Que aproveite a vazante
Da infomaré
Que leve meu e-mail lá
Até Calcutá
Depois de um hot-link
Num site de Helsinque
Para abastecer
Aihê! Aihê! Aihê!…
Eu quero entrar na rede
Promover um debate
Juntar via Internet
Um grupo de tiétes
De Connecticut
Eu quero tá na rêde
Promover um debate
Juntar via Internet
Um grupo de tiétes
De Connecticut…

“Somos educadores do século XX, com metodologias do século XIX, que ensinam a alunos do século XXI” – José Ignácio Pozo

Se por um lado temos alunos que conhecem mais sobre tecnologias do que muitos professores, por outro, ainda há professores que insistem em não se adaptar às mudanças que a sociedade da informação exige. Não é preciso ir longe,basta fazer uma rápida pesquisa em qualquer escola: Quantos professores utilizam o computador e a internet para preparação de aulas? Quantos usam o correio eletrônico? Quantos estão inseridos em alguma comunidade virtual, participam de algum grupo de discussão, mantém um blog ou têm sua própria home page?
A realidade é que muitos professores nem computador têm! Políticas públicas que facilitem o acesso e a aquisição de computadores pelos professores e cursos de capacitação continuada são necessários, se pretendemos que as escolas preparem seus alunos para a vida numa sociedade cada vez mais globalizada.

7 Comentários

Arquivado em educação, internet, Rascunhando, tecnologias